* As informações deste banco de dados são apenas para pesquisa. Não recomendamos automedicação. Procure sempre um profissional habilitado. *


Cogumelo do Sol

Cogumelo do Sol
Nome Popular: Cogumelo do Sol

Outros nomes: cogumelo-da-vida, cogumelo-do-milagre, cogumelo-piedade, cogumelo-medicinal, ABM, cogumelo-de-Deus, fungo-brasileiro, himematsutake, royal-agaricus, mandelpilz, mushroom, amêndoa, portobello de almendra (espanhol).

Nome Científico: Agaricus blazei Murill.

Família: Agaricaceae.

Nomes Botânicos: Agaricus subrufescens, Agaricus sylvaticus, Agaricus brasiliensis, Agaricus rufotegulis.

Nome Farmacêutico: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Partes Usadas: toda planta.

Sabor: doce, picante e adstringente.

Constituintes Químicos: o produto desidratado é altamente protéico e é rico em vitaminas como tiamina (vitamina B1), riboflavina (vitamina B2), niacina (vitamina B3), piridoxina (vitamina B6), cobalamina (vitamina B12), ácido pantotênico, biotina (vitamina H), ácido fólico, ácido ascórbico (vitamina C), tecoferol (vitamina E) e Kinona (vitamina K) e ainda, é fonte de quase todos os aminoácidos.

Propriedades Medicinais: tonificante; antiviral; imunoestimulante; anticancerígeno; antitumoral; hipotensor; cardiotônico; alimentício; antibacteriano; antifúngico; antibiótico; antiinflamatório; hipoglicêmico; afrodisíaco; uroprotetor; renoprotetor; radioprotetor; antialérgico; antioxidante; antimutagênico; anticlastogênico.

Indicações (Uso Interno): aumentar a resistência à hipertensão arterial; estimulante do sistema imunológico; estimulante cardíaco; complemento alimentar para prevenção e/ou tratamento de AIDS; angina; arteriosclerose; alergias em geral; bronquite; câncer; colesterol; diabetes; doenças cardiovasculares; doenças da pele e estômago; doenças da terceira idade; falta de apetite; problemas do fígado; gastrite; hemorróida; hipertensão arterial; hipertrofia; infarto; intestino; mama; ovário; pneumonia; próstata; pulmão; rins,; trombose; tumores em geral; auxílio para recuperação de doenças; estimulante da renovação celular, principalmente dos macrófagos (células T, células B e outras células complementares; evita a regeneração e a metástase do câncer (principalmente de fígado, mama, pulmão, estômago, ovário, intestino, próstata e leucemia); Hepatite A, B e C; insuficiência renal; cistite; nefrite; úlcera; tema atuação eliminando as células cancerosas; tem atuação tônica sobre as células hepáticas, ósseas, pancreáticas, glandulares, sexuais, sanguíneas, linfáticas, da pele, da hipófise, das supra-renais, do timo e outra glândulas; diabete; hiperlipidemias; indicado para pessoas estressadas, esgotadas e convalescentes; miniminiza o efeito colateral da radioterapia e quimioterapia; auxilia na produção Interferon e Interleukin, substâncias que combatem a metástase das células cancerígenas.

Indicações (Uso Externo): não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Indicações Pediátricas: evitar uso infantil abaixo dos 3 anos de idade.

Utilizações na MTC: : reconhecido como “tônico da longevidade”. Atua sobre o Qi do Fígado regularizando-o.

Classificação da Erva na MTC: Categoria 19 – Ervas para úlceras e tumores.

Elemento predominante na MTC: Madeira.

Atuação nos Canais: F, BP e R.

Ayurveda (Ação nos doshas): reduz Pitta (com uso moderado) e agrava Vata e Kapha. Planta tamásica que aumenta acúmulo de Ama. Indica para sobrepeso, edemas, eliminar tumores, tratamento de câncer, redução de colesterol e aumentar a longevidade. Não deve ser ingerido ser houver bolhas, carbúnculos ou infecções com pus.

Rasa: doce e adstringente.

Virya: quente.

Vipaka: doce.

Informações em outros sistemas de saúde: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Aromaterapia: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Floral:não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Homeopatia: FRIEIRAS – tomar de 6 em 6 horas 3 glóbulos de Agaricus C5. TIQUES NERVOSOS - 3 gotas de Agaricus C5 de 6 me 6 horas.

Contra-indicações: contra-indicado para crianças menores de três anos; transplantados ou aguardando para receber transplantes de órgãos; enxertos de pele. Em terapia de imunossupressão e enfermidade auto-imune, deve-se avaliada possibilidade de interação com a medicação usada.

Interações medicamentosas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Uso Veterinário: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Cultivo:

Planeta regente: Regente – Plutão.

Indicações energéticas ou mágicas: apesar de os cogumelos ocuparem um lugar muito especial na farmacologia mágica principalmente dos povos da América do Sul e Central, não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas sobre o uso energético do cogumelo do sol especificamente.

Habitat: é um cogumelo de ocorrência natural nas regiões serranas da Mata Atlântica do sul do Estado de São Paulo, Brasil. Foi originalmente encontrada no nordeste dos Estados Unidos, mas foi encontrada crescendo na Califórnia, Havaí, Grã-Bretanha, Holanda, Israel, Taiwan e Brasil.

Informações clínicas e/ou científicas: pesquisadores do Instituto de Otorrinolaringologia da Universidade da Califórnia (UCLA) observaram que o polissacarídeo Beta-d-Glucan, presente no cogumelo, aumenta a quantidade de células imunológicas no organismo. Já na Universidade da Carolina do Norte, pesquisadores afirmaram que os extratos obtidos a partir do cogumelo apresentaram alta toxicidade sobre as células cancerosas e também sobre o HIV.

Descrição botânica: é uma espécie de fungo pertencente a uma divisão do Reino Fungi, denominada basidiomycota e da ordem Agaricales. São organismos saprófitas, ou seja, necessitam do fornecimento de substâncias orgânicas, disponíveis na natureza, para o seu desenvolvimento, como palhas de cereais, capins e restos vegetais. É classificado como organismo decompositor.

Toxicidade: o consumo excessivo do cogumelo pode intoxicar o organismo. Deve ser consumido em pequenas doses.

Colaboradores: RODRIGO SILVEIRA - consultor em fitoterapia, professor e criador do ERVANARIUM • http://www.ervanarium.com.br/profissional/8/rodrigo-silveira

Observações: existem mais de 10.000 espécies de cogumelos. Cerca de 700 espécies são comestíveis, 50 a 200 com propriedades medicinais e 50 espécies muito venenosas. O Cogumelo do Sol tem alto valor nutricional. O cheiro de amêndoas do Cogumelo-do-Sol é principalmente devido à presença de benzaldeído, álcool benzílico, benzonitrila e benzoato de metilo. O documento mais antigo sobre o cogumelo do sol (agaricus br) como agente medicinal vem da Índia, 3000 anos antes de Cristo. Na China os efeitos benéficos de várias espécies de cogumelos brs foram compiladas no Shen Nong Ben Cao Jing uma espécie de matéria médica escrita entre 200 AC e 200 DC.(7-12)

Fontes de pesquisa: http://www.plantamed.com.br/ • http://www.florais.com.br/si/site/0929 • http://www.portaldoagronegocio.com.br/conteudo.php?id=23404 • http://www.fitoterapica.com.br/fitoterapicos/Biogapi/Agaricus_blazei_120comp400.htm • http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/plantas-medicinais-cogumelo-do-sol.html • http://www.cogumelosaude.com.br/outros.htm • http://blazei.org/index.php?title=Portada • http://alimentacaoviva.blogspot.com/2010/10/cogumelo-do-sol-agaricus-blazei-muril.html • Avaliação do potencial antimutagênico do Cogumelo do Sol (Agaricus blazei) no sistema methG1 em Aspergillus (=Emericella) Nidulans - Suzymeire Baroni Rodrigues, Izabel Aparecida Soares Jabor, Giuliani Grazyella Marques-Silva e Carmem Lucia de Mello Sartori Cardoso da Rocha - Departamento de Biologia Celular e Genética, Universidade Estadual de Maringá • A astrologia da Mãe-Terra - Márcia Starck - Pensamento • The Ayurveda Encyclopedia - Swami Sadashiva Tirtha • Enciclopédia de Medicina Natural - Marcílio Franco da Costa Pereira - Madras •



REDES SOCIAIS

ERVANARIUM
contato@ervanarium.com.br




© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Ervanarium