* As informações deste banco de dados são apenas para pesquisa. Não recomendamos automedicação. Procure sempre um profissional habilitado. *


Violeta

Violeta
Nome Popular: Violeta

Outros nomes: violeta-de-cheiro, violeta-africana, viola-roxa, violeta-européia, violeta-perfumada, violeta-roxa, amor-perfeito, violetinha, Violeta (espanhol), violette (francês), violet (inglês), violetta (italiano).

Nome Científico: Viola odorata L.

Família: Violaceae.

Nomes Botânicos: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Nome Farmacêutico: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Partes Usadas: sementes, raiz, folhas e flores.

Sabor: doce, amarga, picante e fria.

Constituintes Químicos: FLORES: mucílagem, óleo essencial (traços), ácido salicílico (pequena quantidade), antocianosídeos (violamina). RAIZ: alcalóides: odoratina; saponinas.

Propriedades Medicinais: adstringente; afrodisíaco; antiescorbútico; antiespasmódico; antileucorréico; anti-reumático; anti-séptico; aperiente; aromático; cardiotônico; carminativo; catamenial; digestivo; estimulante; galactagogo; hipertensor suave; piolhicida; sedativo; tônico; vasodilatador; antiasmático; hemostático; diurético; emenagogo; insulina-análogo; antiinflamatório; antioxidante; antidiarréico; diaforético; expectorante; antimicrobiano; antifúngico; alterativo; demulcente; imunoestimulante; estomáquico; eupéptico; vitalizador cardíaco; antibiótico; adipogênico; alergênico; analgésico; anti-helmíntico; antiagregante; anti-emético; antileucêmico; antilinfomico; antimicobacterial; antioxidante; antiprostaglandino; anti-pirético; antisialagogo; antitubercular; antitussígeno; antiulcerativo; antiviral; afrodisíaco; bactericida; canditicida; colerético; circuloestimulante; cordial; COX-2 inibidor; inibidor de ciclooxigenase; citotóxico; depurativo; emenagogo; emoliente; estrogênico; expectorante; febrífugo; germicida; Gram(+)icida; Gram(-)icida; hepatotônico; inibidor de redução deHMG-CoA ; hipocolesteronêmico; hipoglicemiante; hipotensor; hipotérmico; hipotrigliceridêmico; hipouricêmico; inseticida; potencializar de insulina; lactagogo; larvicida; lipolítico; inibidor de lipooxygenase; mutagênico; miorelaxante; narcótico; nematicida; nervino; neurotônico; orexigênico; refrigerante; secretagogo; sialagogo; teratogênico; tranqüilizante; uterorelaxante; uterotônico; vibriocida; vulnerário; inibidor de xantina-oxydase; poderoso antihemorrágico; antiputrefascente; antidisentérica.

Indicações (Uso Interno): distúrbios gastrointestinais; dismenorréia; para perda de libido e impotência; anorexia; hemorragias; desconforto abdominal; cansaço; digestão lenta; asma sem secreção; amenorréia; calafrios; choques; diarréia; dores de cabeça e de estômago; escrófula; extremidades frias; espasmos; febres adinâmicas; gases; gripe; hemorragia de parto; hipotensão arterial leve; inflamações do rosto; metrorragia; paralisia da língua; queimaduras por frio; respiração ofegante; ulcerações da gengiva e mucosa da boca; úlceras estomacais por estresse; equilíbrio dos triglicerídeos; vômitos nervosos; disenteria; melhora funcionamento dos rins; dores articulares; tensões musculares; espermatorréia; congestões nasais; bronquite; afecções respiratórias; estimula circulação; candidíase; cólicas; síndrome de fadiga pós-viral; tinha; enxaqueca; germes do couro cabeludo; age no Baço e no Pâncreas; soluços; problemas hepáticos; palpitações; auxilia a contração do útero no parto; melancolia; náusea; ansiedade e insônia em idosos; neuralgia do trigêmeo; cólicas intestinais; acrocianose; sensibilidade ao frio; depressão; demência; espasmos da musculatura lisa; miastenia gravis; complicações da Diabete Mellitus; para emoções fortes; síncopes; melhora a vitalidade; alivia cansaço; traz cor ao rosto; intestino irritado; diverticulose; inchaços; epilepsia; baixa libido; tonifica e faz a constrição dos tecidos corpóreos; alivia congestão; eleva as funções cognitivas; anemia; é ativo frente a Pseudomonas aeruginosa, Salmonella typhi e paratyphi, Escherichia coli, Mycobacterium tuberculosis, Candida albicans e Aspergillus spp.; estimula a função de outras ervas medicinais no organismo; purificador do sangue; previne infecções; preveni problemas estomacais; congestão dos seios da face.

Indicações (Uso Externo): picadas de insetos; escoriações; inflamações da boca e da gengiva; pele irritada; afecções oculares.

Indicações Pediátricas: xarope da pétala para expectoração e tosse infantil.

Utilizações na MTC: clareia calor e elimina toxinas; elimina calor e umidade; elimina fogo tóxico; resfria o sangue; indicada em padrões de umidade-calor do exterior que afeta a pele.

Classificação da Erva na MTC: Categoria 2 – Ervas para reduzir calor do corpo.

Elemento predominante na MTC: Madeira.

Atuação nos Canais: P, C e F.

Ayurveda (Ação nos doshas): nome no Ayurveda: Tvak, Daalchini. Reduz Kapha, equilibra Vata e aumenta Pitta. No entanto as partes mais doces da planta podem pacificar Pitta. Planta sattwica que fortalece o agni digestivo. A canela é especialmente benéfica para o tipo Vata por ser uma erva do tipo doce com suas propriedades carminativas, calmantes e que despertam o agni digestivo. A planta atua sobre Vyana vayu (fluxo circulatório). Também tem ação sobre os tecidos (dhatus) plasmático, sanguíneo, muscular, nervoso e medula óssea e com mais intensidade nos sistema urinário, respiratório, digestivo e circulatório. Deve ser evitado em distúrbios de Pitta.

Rasa: amargo e picante.

Virya: fria.

Vipaka: picante.

Informações em outros sistemas de saúde: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Aromaterapia: o óleo essencial é um ótimo detergente para poros e feridas, um suave analgésico e um ligeiro soporífero. Suas propriedades sedativas combatem a insônia e eliminam a sensação de irritação e ansiedade. Acredita-se que ajuda a recupera os laços de amizade. Tem afinidade com os rins e tende a exercer um efeito diurético na urina beneficiando infecções urinárias. Ajuda a dissolver congestão geral do organismo e possui propriedades laxantes. Descongestionante do fígado, benéfico para o sistema respiratório, suaviza inflamações de garganta, rouquidão e pleurite. Dissolve mucosidade e ajuda a aliviar a congestão da cabeça tratando cefaléias e vertigens. É considerado ótimo afrodisíaco e benéfico para casos de problemas sexuais. Pode atenuar sintomas da menopausa como irritabilidade e ondas de calor. Suas propriedades analgésicas são indicadas para caos de gota e reumatismos. Anti-séptico útil em tratamentos de feridas, hematoma, pele congestionada, inchaços e inflamações. Ajuda na cicatrização de rachaduras em mamilos.

Floral:FLORAIS DA GERAIS - timidez; delicadeza; falta de confiança para se expressar; medo de falar em público. FLORAIS DE MINAS - Viola: acanhamento; fragilidade psíquica; timidez; medo de se expor; solidão.

Homeopatia: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Contra-indicações: não deve ser usada em crianças; o uso externo pode causar dermatite de contato; deve ser evitada em síndromes de frio; na gravidez e na lactação. A raiz em doses elevadas pode causar vômito. Pode também causar diarréias em pessoas sensíveis.

Interações medicamentosas: combinada com Verbena officinalis é excelente para tratar coqueluche.

Uso Veterinário: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Cultivo:

Planeta regente: para distúrbios associados ao trânsito de Mercúrio em Escorpião, Marte em Escorpião, Marte em Sagitário, Marte em Capricórnio, Netuno em Escorpião.

Indicações energéticas ou mágicas: Paracelso atribui ao uso das raízes da planta a capacidade de permitir ver o futuro.

Habitat: espécie alóctone, originária da Europa, Ásia Ocidental e África, crescendo em prados, relvados, charnecas e bosques abertos. É encontrada até 1.000 de altitude.

Informações clínicas e/ou científicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Descrição botânica: planta herbácea ou vivaz, polimorfa, acaule, pubescente. Cresce 10-20 cm de altura. Rizoma espesso, vivazes, com estolões alongados, radicantes e floríferos. Raízes nodosas, ramosas, esbranquiçadas, munida de numerosas radicelas fibrosas. As folhas são dispostas em roseta, partindo de uma cepa. As folhas são radicais, verde-escuras, ovais-cordiformes ou reniformes, longipecioladas, obtusas, crenuladas, as dos estolões do ano anterior reniformes. As flores surgem na extremidade de pedúnculos que partem também da cepa e apresentam um perfume muito suave. Apresentam cor violácea intensa e são suavemente aromáticas. Pedúnculos glabros, recurvados na parte superior, os frutíferos deitados. As sépalas são ovais-obtusas. Estigma em gancho agudo. Cálice e corola com 5 sépalas e pétalas, respectivamente. Cápsula subglobosa, violácea, unilocular, polisperma, pubescente.

Toxicidade: sem toxicidade nas doses recomendadas. Altas doses do rizoma e sementes causam severas gastrenterites, nervosismo e depressão circulatória e respiratória.

Colaboradores: RODRIGO SILVEIRA - consultor em fitoterapia, professor e criador do ERVANARIUM • http://www.ervanarium.com.br/profissional/8/rodrigo-silveira

Observações: os antigos acreditavam que era uma moderadora da raiva; fortalecedora e confortadora do coração e promotora do sono revitalizador. As folhas são cristalizáveis para o preparo de doces. A essência serve para perfumar doces, caramelos e bolos. Também utilizada em perfumarias e indústria de cosméticos. É planta ornamental. As flores conferem sabor delicado às saladas, quando misturadas ao leite de cabra.

Fontes de pesquisa: http://www.plantamed.com.br/ • http://www.xamanismo.com.br/Poder/SubPoder1191826033It009#Canela • http://ervaseinsumos.blogspot.com/2009/03/canela.html • http://fitomedicinapopular.blogspot.com/search/label/Canela%20-%20Cinnamomum%20zeylanicum-Breye • ITF - Índice Terapêutico Fitoterápico - EPUB • Fórmulas Mágicas - Dr. Alex Botsaris - Ed. Nova Era • Apostila de Fitoterapia Chinesa - Prof. Antonio de Bortolli - Delta Educação • Ayurveda - saúde e longevidade na tradição milenar da Índia - Dr. Danilo Maciel Carneiro - Pensamento • 100 receitas de sáude - Ervas medicinais - Anne McIntyre - Publifolha • Fitoterapia Chinesa - Guia prático - Eve Rogans - Avatar • Plantas que curam - Enio Emmmanuel Sanguinetti - Editora Rigel • Guia Prático para Auto-cura - Tonusterapia. A cura pelas plantas - Munir Sabá - Editora Traço • Yoga of Herbs - Dr. David Frawlwy and Dr. Vasant Lad - Lótus Press • The Ayurveda Encyclopedia - Swami Sadashiva Tirtha • Ayurveda- A ciência da longa vida - Dr. Edson D´Angelo e Janner Rangel Côrtes - Madras • As plantas curam - A. Balbach - Ed. Vida Plena • Medicina ayurvédica para a mulher - Atreya - Ed. Pensamento • Fitoterapia Chinesa e Plantas Brasileiras - Alex Botsaris - Editora Ícone • Manual de Fitoterápia Chinesa e Plantas Brasileiras - Mary Lannes Salles Leite - Icone Editora • La vuelta a los vegetales - Carlos Hugo Burgstaller Chiriani - Hacehtte • As plantas e os planetas - Ana Bandeira de Carvalho - Ed. Nova Era • As plantas mágicas - Botânica oculta - Paracelso • Brochure Super Germs and Oils • Chinese Herbal Medicines - comparison and characteristics - Yifan Yang - Churchill Livingstone • Chinese Herbal Medicine - modern aplication of traditional formulas - Chongyun Liu and Angela Tseng with Sue Yang - CRC Press • Dandelion Medicine - Brigitte Mars - Storey Books • Dukes Handbook of Medicinal Plants of the Bible - James A. Duke with Peggy-Ann K. Duke and Judith L. duCellier - CRC Press • Herbal medicines in pregnancy and lactation - an evidence-based approach - Edward Mills, Jean-Jacques Dugoua; Dan Perri; Gideon Koren - Taylor and Francis • Herbal Tonic Therapies Daniel B. Mowrey Ph.D -NTC Contemporary • Herbal Magick - a witchs guide to herbal folklore anda enchantments - Gerina Dunwick - New Page Books • Herbs for Healthy Skin, Hair and Nails - Brigitte Mars - Keats Publishing Inc • Indian Medicinal Plants - C.P Khare - Springer • Los Remedios de la Abuela - Jean Michel Pedrazzani • Master your metabolism - the all natural (all herbal) way to lose weight - Lewis Harrison - Sourcebooks INC • Practical Handbook of Plant Alchemy - Manfred M. Junius • Propiedades y funciones de las plantas en la medicina china. pdf • Psycoactive Herbs in Veterinary Behavior Medicine - Stefanie Schwartz - Blackwell Publishing • Taiwanese Native Medicinal Plants - Phytopharmacology and Therapeutics Values - Thomas S.C. Li, Ph.D. - CRC Press • Tylers Herbs of Choice - the terapheutic use of phytomedicinals - Dennis V. C. Awang - CRC Press • Timeless Secrets of Health and Rejuvenation - Andreas Moritz - Ener-Chi Wellness Center • The Big Herbal Encyclopedia. pdf • Ayurveda - A ciência da longa vida - Dr. Edson D´Angelo e Janner Rangel Côrtes - Madras •



REDES SOCIAIS

ERVANARIUM
contato@ervanarium.com.br




© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Ervanarium