* As informações deste banco de dados são apenas para pesquisa. Não recomendamos automedicação. Procure sempre um profissional habilitado. *


Gervão

Gervão
Nome Popular: Gervão

Outros nomes: gervão, gervão-roxo, rinchão, gerbão, gervão-azul, chá-do-brasil, verbena bastarda, verbena silvestre, verbena azul, ervão, aguaraponga, aguará-ponda, erva-dos-sumidouros, erva-gervão, gerebão, garvão-verdadeiro, gervão-alagadiço, gervão-bastardo, gervão-das-caatingas, gervão-cheiroso, gervão-da-folha-de-verônica, gervão-falso, gervão-roxa, jabão, jarbão, jarvão, jurujubam, ogerbão, ogervão, orgibão, vassourinha-de-botão, rinchão, uregão, uregevão, urgibão, verbena, verbena-falsa, verbão, verônica.

Nome Científico: Stachytarpheta cayennensis (Rich.) Vahl.

Família:

Nomes Botânicos: Abena cayennensis (Rich.) Hitchc., Lippia cylindrica Scheele, Stachytarpheta australis fo. albiflora Moldenke, Stachytarpheta australis Moldenke, Stachytarpheta dichotoma (Ruiz & Pav.) Vahl, Stachytarpheta dichotoma fo. albiflora (Moldenke) Moldenke, Stachytarpheta guatemalensis fo. albiflora Moldenke, Stachytarpheta guatemalensis Moldenke, Stachytarpheta hirta Kunth, Stachytarpheta tabascana Moldenke, Stachytarpheta umbrosa Kunth, Stachytarpheta veronicaefolia Cham., Valerianoides cayennense (Rich.) Kuntze, Verbena cayennensis Rich., Verbena dichotoma Ruiz & Pav., Stachytarpheta jamaicensis (L.) Vahl.

Nome Farmacêutico: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Partes Usadas: planta inteira.

Sabor: doce, amargo e amornante.

Constituintes Químicos: Verbascosídeo, ácidos clorogênico, γ-aminobutírico, cafêico e ursólico; dopamina, N-dotriacontano, hentriacontano, ipolamida, N-nonacosano, N-pentriacontano, α-espinasterol, tafetalina, fridelina, hispidulina, escutelareína, estarquitafina, citral, geraniol, verbenalina, dextrina e ácido salicílico. Na República Dominicana foi verificada a presença de ácido cianídrico nas folhas.

Propriedades Medicinais: diurético; tônico, cicatrizante; estimulante; inseticida; sudorífico; analgésico; antiinflamatório; modulador; colagogo; vasodilatador; anti-histamínico; antitussígeno; antiespasmódico; antiácido; vermífugo; larvicida; emenagogo; diaforético; galactagogo; vulnerário; hepatoprotetor; gastroprotetor; antiulcerativo; inibidora da secreção gástrico; antipirético; sedante; antilítico; anti-hipertensivo; antibacteriano; detersivo; anticatarral; antidiarréico; antiemético; antihemorroidário; béquico.

Indicações (Uso Interno): nas afecções gástricas; afecções do fígado; gripe, tosse; rouquidão; hemorróidas; bronquite; febre; amebíase, diarréia; hepatite (inclusive crônica); contusões, machucaduras; vômito, catarro; artrite; age no rim e no fígado; afecções alérgicas e respiratórias; asma; antiinflamatório geral de uso interno e externo; elimina vermes intestinais e parasitoses externas e internas; refluxo gastresofágico; úlceras; constipação; digestão lenta; fraqueza estomacal; azia; acidez; icterícia; colecistite; insuficiência hepática; pielite; rouquidão; indutora da motilidade intestinal; inchaço do baço; debilidade orgânica; tumores; furúnculos; distúrbios nervosos; vitiligo; pirexias; febre amarela.

Indicações (Uso Externo): feridas; ulcerações; machucados; erisipela; furúnculos; eczema; contusões.

Indicações Pediátricas: as mesmas que para adultos.

Utilizações na MTC: tonifica o Yin do Estômago; elimina umidade-calor do Jiao Médio e Superior; tonifica o Yin do Fígado; elimina calor do Pulmão; tonifica o Qi do Baço; tonifica o Yin do Pulmão.

Classificação da Erva na MTC: Categoria 16 – Ervas que corrigir deficiências • Categoria 18 – Ervas para expelir e destruir parasitas.

Elemento predominante na MTC: Terra.

Atuação nos Canais: F, E, BP, R e P.

Ayurveda (Ação nos doshas): reduz Pitta e Vata, agrava Kapha.

Rasa: doce e amargo.

Virya: quente.

Vipaka: doce.

Informações em outros sistemas de saúde: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Aromaterapia: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Floral:FLORAIS DA GERAIS - agressividade nas atitudes; nervosismo; vontade de descontar a raiva nos outros; inflamações.

Homeopatia: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Contra-indicações: na gestação; hipotensão arterial; deve ser evitada em pessoas com histórico de alergia a aspirina por conter ácido salicílico pode potencializar efeito da aspirina e assemelhados a base de ácido salicílico; além de outros medicamentos cardíacos e para pressão arterial.

Interações medicamentosas: evitar interação com Aesculum hippocastanum (Castanha da Índia). Pode apresentar salicilatos que podem potencializar a ação da aspirina e outros medicamentos cardíacos ou para pressão arterial.

Uso Veterinário: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Cultivo:

Planeta regente: Regente – Vênus.

Indicações energéticas ou mágicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Habitat: espécie autóctone que ocorre em pastagens, matas de altitude, áreas ruderais e na vegetação de restinga do litoral. Planta da América do Sul e Europa. Ocorre em diversos estados brasileiros.

Informações clínicas e/ou científicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Descrição botânica: planta subarbustiva, perene, dicótoma, de caule e ramos angulosos, quadrangulares e pubescentes. As folhas são opostas, ovado-agudas, crenadas, medindo cerca de 6 a 7 cm de comprimento e 3 cm de largura. Espigas terminais de 20 a 30 cm de comprimento. As flores são azuladas, sésseis; corola 5-simpétalas. Atinge até 1,20m de altura. Fruto artrocarpáceo, composto por dois carcerulídeos castanho-claros ou escuros, discretamente tomentosos, contendo 1 semente com tegumento membranáceo, esbranquiçado.

Toxicidade: sem toxicidade nas doses recomendadas.

Colaboradores: RODRIGO SILVEIRA - consultor em fitoterapia, professor e criador do ERVANARIUM • http://www.ervanarium.com.br/profissional/8/rodrigo-silveira

Observações: o chá tem sabor similar ao chá preto. Utilizada para tingimento de tecidos.

Fontes de pesquisa: http://www.plantamed.com.br/ • ITF - Índice Terapêutico Fitoterápico - EPUB • Plantas que curam - Enio Emmanuel Sanguinetti - Editora Rigel • CD Rom - Ervas Medicinais - Volume 1 • Florais das Gerais - Catálogo • Fitoterapia Amazônica- Fernando Castro da Cruz - Ed. Palpite •



REDES SOCIAIS

ERVANARIUM
contato@ervanarium.com.br




© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Ervanarium