* As informações deste banco de dados são apenas para pesquisa. Não recomendamos automedicação. Procure sempre um profissional habilitado. *


Agrião

Agrião
Nome Popular: Agrião

Outros nomes: agrião-do-brejo, agrião-dágua-corrente, agrião-da-europa, agrião-da-fonte, agrião-da-ponte, agrião-de-lugares-úmidos, agrião-oficinal, berro, cardamia-jontana, cardomo-dos-rios, mastruço-dos-rios, saúde-do-corpo. Cresson (francês), water-cress (inglês), crescione (italiano).

Nome Científico: Nasturtium officinale R. Br.

Família: Brassicaceae

Nomes Botânicos: Cardamine fontana Lam., Nasturtium fontanum (Lam.) Asch., Radicula nasturtium-aquaticum Britt. & Rendle, Rorippa nasturtium-aquaticum (L.) Hayek, Rorippa nasturtium Beck, Sisymbrium nasturtium-aquaticum L.

Nome Farmacêutico: Herba Nasturtii

Partes Usadas: toda a planta

Sabor: adstringente, picante, amargo e quente.

Constituintes Químicos: ácido ascórbico, ácido pantotênico, alanina, arginina, beta-caroteno, cobre, enxofre, ferro, fosfato, glicina, gluconasturtina, histidina, iodo, óleo essencial sulfo-azotado amargo e volátil (isosulfocyanato de allyla), potássio, taninos, pró-vitamina A, vitaminas A, C, B, K.

Propriedades Medicinais: antiescorbútico; anti-icterícia; anti-inflamatório; antisséptico (vias aéreas); antitérmico; antitussígeno; béquico; depurativo; descongestionante; desintoxicante; despigmentador; digestivo; diurético; excitante; expectorante; fluidificante; peitoral; restaurador; tônico; aperitivo; vermífugo. Uso Tópico: cicatrizante.

Indicações (Uso Interno): em abscessos, ácido úrico, amenorreia, anemia, anorexia, para estimular o apetite, fortalecer os cabelos, oxigenar o cérebro, na colecistite, colelitíase, colite, para normalizar do ritmo cardíaco, nas debilidades em geral, em odontalgias, diabete, dismenorréia, dispepsia, escrofulose, febres, para desobstruir o fígado, em gengivites, hidropsia, enfermidades dos intestinos, para fortalecer a memória, na morfeia, para diminuir os efeitos nocivos da nicotina, em problemas de pele, afecções pulmonares, raquitismo, regular o equilíbrio hídrico corporal, em reumatismos, anuria, uremia, pedras nos rins, aumentar a salivação, no sarampo, sífilis, para aumentar a transpiração, na varíola, para eliminar vermes intestinais, na estase biliar, como anti-inflamatório das vias urinárias, no bócio, tuberculose, como revigorador do sangue, afecções catarrais e nas mucosidades, para restaurar o sistema endócrino, melhorar a nutrição e na clorose.

Indicações (Uso Externo): aplicado em abscessos e feridas.

Indicações Pediátricas: afecções pulmonares e cutâneas.

Utilizações na MTC: vazio do Xue; vazio do Jing; estagnação do Qi do Fígado e do Qi do Estômago; elimina umidade do BP; elimina fleuma-umidade do Pulmão; retira umidade-frio da cabeça.

Classificação da Erva na MTC: Categoria 1 – Ervas para induzir transpiração ● Categoria 5 – Ervas para reduzir a umidade do corpo ● Categoria 10 – Ervas para suprimir tosse e catarro.

Elemento predominante na MTC: Metal

Atuação nos Canais: P, I.G, E, BP.

Ayurveda (Ação nos doshas): reduz Kapha e Vata, aumenta Pitta (se em excesso).

Rasa: picante, amargo

Virya: Quente

Vipaka: Picante

Informações em outros sistemas de saúde: sem relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Aromaterapia: sem relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Floral:SISTEMA DE FLORAIS DA CALIFORNIA - Nasturtium – Vitalidade física, irradiando energia e calor; mente clara e vibrante. Padrões de Desequilíbrio: Excesso de aridez ou intelectualismo, esgotamento das forças vitais e da verve emocional.

Homeopatia: sem ralatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Contra-indicações: na gravidez é abortivo; pode provocar irritações na vesícula, estômago e vias urinárias; evitar uso em úlceras estomacais; evitar uso interno em crianças de menos de 5 anos. Uso prolongado pode causar irritação na bexiga.

Interações medicamentosas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Uso Veterinário: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Cultivo:

Planeta regente: Regente - Lua.

Indicações energéticas ou mágicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Habitat: Zonas húmidas, margens de rios, cursos de água e ribeiros, onde a água seja corrente.

Informações clínicas e/ou científicas: não há relatos nas fontes de pesquisa consultadas.

Descrição botânica: O Agrião de Rio ou Agrião Comum é uma planta vivaz, aquática, com folhas de cor verde esuro, com forma oval elíptica, brilhantes, compostas e de superfície lisa e estão divididas entre 3 a 12 folíolos arredondados. Os caules medem entre 5 a 10 cm e formam grandes massas vegetais de caules angulosos. As flores de Agrião de Rio são pequenas, de corola branca e estão agrupadas em espigas. Floresce na Primavera e Verão.

Toxicidade: sem toxicidade nas doses recomendadas.

Colaboradores: RODRIGO SILVEIRA - Fitoterapeuta e Professor, criador do ERVANARIUM: http://www.ervanarium.com.br/profissional/8/rodrigo-silveira.

Observações: quando do uso in natura devemos lavar muito bem o agrião antes do uso. A planta não deve ser usada se estiver florida. Não ingerir na alimentação durante dois dias seguidos (alternar). Se crescer próximo às águas paradas pode transmitir tifo. Folhas e talos frescos em saladas: afecções dos brônquios, anemia, bócio, diabetes, digestivo, elimina o excesso de ácido úrico, escorbuto. Após 8 dias de ingestão contínua deve-se dar 3 dias de intervalo.

Fontes de pesquisa: http://www.plantamed.com.br/ • http://www.essenciasflorais.com.br/nasturtium-florais-california/ • http://www.loja.jardicentro.pt/product_info.php?products_id=231 • A vida cura a vida - Pe. Paulo Wendling – Paulinas • Apostila de Fitoterapia Chinesa 2 – Prof. Antonio de Bortolli - Delta Educação • Ervas, plantas & chás - prevenção e cura de doenças - Ed. Escala • As ervas que curam - um reencontro com a farmacologia natural -
Roberto Weil - Editora Gaia • As plantas curam - A. Balbach - Ed.Vida Plena • Practical Handbook of Plant Alchemy - Manfred M. Junius - N/E




REDES SOCIAIS

ERVANARIUM
contato@ervanarium.com.br




© Copyright 2013 - Todos os direitos reservados à Ervanarium